Confira informações importantes sobre o Coronavírus e o número de casos em João Monlevade


Arquivo PDF
Boletim Epidemiológico

Kátia Reis Guimarães de Castro - Vigilância em Saúde

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que apresenta um quadro clínico que varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maioria dos pacientes com COVID-19 (cerca de 80%) podem ser assintomáticos e cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória e desses casos aproximadamente 5% podem necessitar de suporte para o tratamento de insuficiência respiratória (suporte ventilatório).

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19). Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. No entanto, o coronavírus (SARS- CoV-2) ainda precisa de mais estudos e investigações para caracterizar melhor os sinais e sintomas da doença.

Os principais sintomas conhecidos até o momento são:
✱ Febre;
✱ Tosse;
✱ Aumento de secreção;
✱ Dor de cabeça;
✱ Dor de garganta;
✱ Coriza;
✱ Congestão nasal;
✱ Perda de olfato;
✱ Perda de paladar;
✱ Dificuldade para respirar.

A doença pode ficar incubada até duas semanas após o contato com o vírus. O período médio de incubação é de 14 dias.

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos sem a devida higienização das mãos.

São dois, os testes rápidos e o PCR:

Testes rápidos
Identificam os anticorpos (imunoglobinas) produzidos pelo corpo para combater o vírus, em amostras de sangue do paciente. Têm como vantagem a possibilidade de serem utilizados em massa - porque não exigem laboratório; além de ficarem pronto na hora. A desvantagem, porém, é que o teste rápido não identifica o vírus, mas os anticorpos (imunoglobinas) produzidos pelo corpo para combatê-los. Uma vez que esses anticorpos demoram de 7 a 8 dias para serem produzidos pelo organismo, esse tipo de teste não é eficiente para detectar pessoas recentemente infectadas. Têm sido manejados em profissionais de saúde, segurança, e pessoas em instituições de longa permanência.

PCR
Também chamado de teste molecular, detecta fragmentos do próprio vírus em amostras da mucosa do trato respiratório. Tem com vantagem confirmar casos em doentes sintomáticos, tornando possível aplicar a conduta médica apropriada: internação, isolamento social ou outros, de acordo com cada caso. Sua desvantagem, porém, é o fato de ser mais caro e exigir infraestrutura laboratorial e corpo técnico capacitado. Assim, se torna inviável em áreas remotas do país, de difícil acesso e sem laboratórios para análise. Têm sido manejados nas seguintes situações:
✱ Amostras de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG);
✱ Profissionais de saúde sintomáticos (nesse caso, os testes rápidos são priorizados);
✱ Óbitos suspeitos;
✱ Casos de surtos de Síndrome Gripal em locais fechados (asilos, unidades do sistema prisional, hospitais, etc).

SG: pessoa com quadro respiratório agudo, caracterizado por febre, tosse, dor de garganta, coriza ou dificuldade respiratória; podendo ou não estar presente um ou mais desses sintomas.
SRAG: pessoa com dificuldade para respirar ou pressão persistente no tórax, ou coloração azulada dos lábios ou rosto.

As recomendações de prevenção à COVID-19 são as seguintes:

✱ Utilizar máscara.
✱ Evitar aglomeração, mantendo distância de, pelo menos, 2 metros das pessoas.
✱ Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por, pelo menos, 20 segundos. Se não houver essa possibilidade, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool 70%.
✱ Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
✱ Evitar contato próximo com pessoas doentes.
✱ Ficar em casa quando estiver doente.
✱ Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo, higienizando as mãos logo em seguida.
✱ Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
✱ Manter os ambientes bem ventilados.

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do coronavírus é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, como uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos). Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental buscar isolamento doméstico. Em caso de piora no quadro, no entanto, com aumento e persistência da febre, e/ou dificuldade para respirar, recomenda-se buscar atendimento médico. Apenas casos graves necessitam encaminhamento para hospital com leitos de isolamento.

Procure um serviço de saúde apenas se apresentar falta de ar.

Hospital Margarida
✱ Rua Doutor Geraldo Soares de Sá, s/nº – Vila Tanque – João Monlevade – MG – CEP: 35930-437 - Telefone: (31) 3859-3144 – Email: administracao@hospitalmargarida.com.br

Central de atendimento ao Coronavírus
✱ Av. Getúlio Vargas, 2640 – Belmonte – João Monlevade – MG – CEP: 35930-312 – Informações: (31) 98766-4600 ou (31) 3852-4402

Arquivo PDF
DECRETO Nº029/2020 de 17 de Março de 2020

Decreta situação de emergência em saúde pública no município de João Monlevade, em razão de disseminação de doença respiratória - 1.5.1.1.0 - Coronavirus e dispõe sobre medidas para seu enfrentamento.

Arquivo PDF
DECRETO Nº031/2020 de 20 de Março de 2020

Determina a suspensão temporária dos alvarás de localização e funcionamento e autorizações, emitidos para realização de atividades com potencial de aglomeração de pessoas para enfrentamento da situação de emergência pública, causada pelo agente coronavírus - COVID-19 e dá outras providências.

Arquivo PDF
DECRETO Nº033/2020 de 30 de Março de 2020

Altera o decreto nº29 de 17 de Março de 2020 para prorrogar os prazos de suspensão de atividades.


Arquivo PDF
DECRETO Nº039/2020 de 08 de Abril de 2020

Declara estado de calamidade pública no município de João Monlevade em razão da pandemia decorrente do Coronavírus (COVID-19).

Arquivo PDF
DECRETO Nº049/2020 de 17 de Abril de 2020

Dispõe sobre a obrigatoriedade de uso de máscara de proteção e outros recursos necessários à prevenção da disseminação do Coronavírus causador da COVID-19 nos orgãos, entidades, estabelecimentos e serviços que menciona.

Arquivo PDF
DECRETO Nº051/2020 de 25 de Abril de 2020

Dispõe sobre o funcionamento parcial de atividades com potencial de aglomeração de pessoas para enfrentamento da situação de emergência pública, causada pelo agente Coronavírus - COVID-19 e dá outras providências.


Arquivo PDF
DECRETO Nº058/2020 de 08 de Maio de 2020

Revoga o § 3º do artigo 7º do decreto Nº 031, de 20 de Março de 2020 e autoriza o retorno à execução do serviço de estacionamento público rotativo nas vias e logradouros públicos do município de João Monlevade.

Arquivo PDF
DECRETO Nº063/2020 de 26 de Maio de 2020

Dispõe sobre a distribuição de alimentação escolar aos alunos da rede municipal de ensino, pertencentes a famílias de baixa renda, durante período de suspensão das atividades escolares em razão da pandemia do COVID-19.

Arquivo PDF
DECRETO Nº069/2020 de 23 de Junho de 2020

Altera o decreto Nº 51, de 25 de Abril de 2020 para dispor sobre o funcionamento parcial de atividades religiosas em período de enfrentamento da situação de emergência pública, causada pelo agente Coronavírus - COVID-19 e dá outras providências.


Arquivo PDF
DECRETO Nº080/2020 de 30 de Julho de 2020

Prorroga o vencimento do IPTU previsto no decreto Nº 117/2019 alterado pelo decreto 59/2020.

Arquivo PDF
DECRETO Nº087/2020 de 10 de Agosto de 2020

Dispõe sobre a adesão do município de João Monlevade ao plano Minas Consciente e dá outras providências.